A Rolar


Acabou-se a estadia em Cornudella e com ela os momentos e vistas de Montsant e Siurana; a proximidade a Margalef; a presença de amigos locais e algumas rotinas de aldeia. Locais propícios a um intensivo de escalada em placa técnica extraprumada, extraprumo fisico de bidedos, para assistir a inspiradores encadeamentos: potentes, rápidos; de catalanidade, de ambiente como o vinho local, seco – “molt sec”! Estamos contentes de voltar a viver na nossa casa rolante e, de novamente, ter mais contacto com o ar-livre. Azimute tirado e siga a deriva…

Le Blonde 8b+, Escletxa, Montsant. Como sempre ficam muitas e grandes vias por experimentar. Foi uma boa estadia para escalar a habitual quantidade diária á vista – assimilar o estilo destas duas zonas – e, dedicar algum tempo a trabalhar e encadear algumas linhas que me atraiam bastante (máx. 8 ensaios): Hidrofobia 8b, Falconetti 8b+ (Montsant), Zona 0 8b e Kale Borroka 8b+ (Siurana). Ph.Helenita

Le Blonde, Escletxa, Montsant. Como sempre ficam muitas e grandes vias por experimentar. Foi uma boa estadia para escalar a habitual quantidade diária á vista – assimilar o estilo destas duas zonas – e, dedicar algum tempo a trabalhar e encadear algumas linhas bastante atractivas (máx. 8 ensaios): Hidrofobia (L2), Falconetti (L2) (Montsant), Zona 0 e Kale Borroka (Siurana). Ph.Helenita

Nico numa das sempre exigentes Via del Kim (Santacatalina) 8b+, Finestres, Margalef.

Nico “das febras” Favresse numa das sempre exigentes e de qualidade, Via del Kim (Santacatalina) , Finestres, Margalef.

Aprox. matinal em Montrebei. Ao fundo a entrada da garganta; das cristas da esquerda e direita caem respectivamente a parede de Catalunha e Aragão, delimitanto com o rio (Ribera Ribagorçana) a fronteira entre as duas regiões – a chamada “ La franja”. Ph.Pieterjan

Aprox. matinal em Montrebei. Ao fundo a entrada da garganta; das cristas da esquerda e direita caem respectivamente a parede de Catalunha e Aragão, delimitanto com o rio (Ribera Ribagorçana) a fronteira entre as duas regiões – a chamada “ La franja”. Ph.Pieterjan

Começo do terreno de aventura – entenda-se rocha de qualidade variável, grandes formas e colocação de material – na interessante: La Barra del Bar 385m 7a+ (ED A1), Paret de Catalunya, Montrebei. Ph.Pieterjan

Começo do terreno de aventura – rocha de qualidade variável, grandes formas e colocação de material – na interessante: La Barra del Bar 385m, 7a+, Paret de Catalunya, Montrebei. Ph.Pieterjan

PJ em livre num dos largos de rocha compacta (L5 6c+) e equipamento à antiga.

PJ em livre num dos largos de rocha compacta (L5) e equipamento à antiga.

Encadeamento de outro largo sólido, de equipamento vetusto e “zig-zag's” á volta deste (L6 7a+).

Encadeamento de outro largo sólido, de equipamento vetusto e “zig-zag’s” á volta deste (L6). Ph.Pieterjan

De caminho a Rode, charneca e garganta do Vero.

De caminho a Rodellar, Serra de Guara – charneca e canhão do Balcés.

Boa primavera

Boa primavera

Advertisements
Categories: UncategorizedTags: , , , , , ,

2 comments

  1. Keep posting 😉

    Grande abraço
    leo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: